Abel responde sobre reforços e maratona decisiva: “Descansamos quando formos velhos”

Em um começo de temporada movimentado, o Palmeiras disputa a Supercopa do Brasil contra o Flamengo no domingo e decide a Recopa Sul-Americana diante do Defensa y Justicia na quarta-feira. Na Argentina, após a partida de ida pelo torneio continental, Abel Ferreira falou sobre a maratona e respondeu sobre reforços.

O jogo contra o Flamengo está marcado para as 11 horas e a volta diante do Defensa y Justicia, para as 21h30 – ambos serão disputados no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. Com o Campeonato Paulista paralisado, o Palmeiras está claramente sem ritmo de jogo.

“Façam o que quiserem, marquem os jogos quando quiserem: dois em dois dias, três em três dias. Não queremos saber. Queremos é jogar. Já falei muito disso. Se acham que o melhor é meter uma Copa, uma Recopa e uma Supercopa no meio, não há problema. Estamos aqui para jogar e ganhar. Descansamos quando formos mais velhos”, afirmou Abel.

Na última temporada, o técnico disse considerar o elenco curto e, até o momento, recebeu apenas o meio-campista Danilo Barbosa como reforço. Questionado sobre a expectativa por novas contratações, ele procurou valorizar o grupo atual, mas voltou a citar posições carentes.

“Eu falo português e sou muito claro no que digo. Acho que já fui muito claro em relação a isso. Não vou tocar mais na tecla, porque minha função é olhar para os jogadores que tenho e foram esses que nos ajudaram a ganhar. Com ou sem Luiz Adriano, um jogador que gostamos e contamos, a equipe deu a resposta”, iniciou.

“Eu gostaria de ter um ponta esquerda, já falei. Já falei várias vezes que gostaria de ter também um centroavante. Mas é com esses guerreiros que conto e estou muito satisfeito. Nos juntamos no dia 2 e o foco tem que ser esse: seja onde for, contra quem for, estamos aqui prontos para o que der e vier”, completou Abel.