Com futebol envolvente e muita dedicação, Corinthians consegue triunfo por 3 a 1 em plena Arena Castelão no jogo de ida da terceira fase, nesta quarta-feira

O Corinthians deu um grande passo rumo à classificação para a próxima fase da Copa do Brasil. Com um futebol que envolveu paciência e muita dedicação, a equipe de Fábio Carille derrotou o Ceará por 3 a 1 em plena Arena Castelão, na noite desta quarta-feira. Os gols corintianos foram marcados por Júnior Urso, Vagner Love e Jadson, enquanto Juninho fez o gol do Vozão, na partida pela terceira fase do torneio.

Com o resultado, o Timão pode se classificar até se perder por um gol de diferença no jogo de volta, no dia 3 de abril, na Arena Corinthians. O Ceará só se classifica diretamente com triunfo por três gols ou mais. Vitória do Vozão por dois gols levam o jogo para os pênaltis.

Mas só chove, chove…
Ceará e Corinthians precisaram lidar com a paciência antes da bola rolar. A forte chuva que caiu na cidade de Fortaleza deixou o gramado repleto de poças d’água e inundou o banco de reservas, fazendo com que o jogo começasse 20 minutos depois do previsto.

De cabeça boa
O gramado encharcado rendeu ao Timão um início perigoso: Cássio foi exigido em batidas de Ricardinho e Felipe Baixola. Só que a equipe de Fábio Carille encontrou brechas para avançar. Sornoza lançou Vagner Love, mas o camisa 9 (que sofreu pênalti não marcado) parou em Richard. Em seguida, veio o gol: Clayson se desvencilhou da marcação e, após Boselli (em impedimento ignorado pela arbitragem) ajeitar, Júnior Urso cabeceou para o fundo da rede.
Terreno escorregadio…
Em desvantagem, o Ceará obrigou o Corinthians a se desdobrar para conter avanços de Ricardinho e Chico. Mas uma infantilidade custou caro ao Timão: após lançamento, Manoel deu um tranco em Luiz Otávio dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Juninho deslocou Cássio e aumentou o equilíbrio na reta final. Vagner Love tentou de chapa e Richard salvou. Já o Vozão exigiu Cássio com Juninho.

Haja luta!
O Corinthians teve uma volta de intervalo promissora. Sornoza cobrou escanteio e Danilo Avelar escorou, mas a bola explodiu em um zagueiro. Mas, mesmo organizada em campo, a equipe não conseguia ser incisiva e via o Vozão causar calafrios. Em jogada ensaiada, Roger bateu por cima. Logo depois, Ricardinho arriscou e Cássio espalmou bola traiçoeira.

O faro do amor
Diante deste panorama, Fábio Carille optou por sacar o inoperante Boselli e lançar Ramiro. Logo depois, Vagner Love comprovou seu faro como centroavante. Lançado por Sornoza, o camisa 9 avançou com tranquilidade pela esquerda e fulminou.

Reencontro nota 10!
O triunfo corintiano foi definido graças à mão decisiva de Carille. Quatro minutos depois de entrar no lugar de Sornoza, Jadson aproveitou lançamento de Danilo Avelar e bateu de primeira, sem chance para Richard. O camisa 10, que voltava de lesão, quebrou um jejum que durava desde 21 de outubro de 2018 e ainda ratificava a força de um Timão que, com direito a “olé”, está no caminho certo na Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA

CEARÁ 1 x 3 CORINTHIANS

Data-Hora: 13-03-19 – 21h30
Estádio: ​Arena Castelão, em Fortaleza (CE)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS) – Nota L! – 3,5 – Validou um gol em impedimento no Corinthians e não deu pênalti sobre Vagner Love.
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Mauricio Coelho Silva Penna (RS)
Público / Renda: 25.468 torcedores (26.199 torcedores) / R$ 684.056,00