Verdão teve dificuldades na Recopa, contra o Defensa y Justicia, mas venceu e abriu vantagem

O Palmeiras começou na Argentina uma sequência de três jogos decisivos entre a Recopa Sul-Americana e a Supercopa do Brasil. O primeiro passo colocou o time em vantagem por mais uma taça internacional, ao vencer o Defensa y Justicia, da Argentina, por 2 a 1, fora de casa.

Mas há problemas que Abel Ferreira precisará resolver antes de enfrentar o Flamengo, domingo, às 11h, em Brasília, pela decisão da Supercopa do Brasil.

O primeiro deles só será solucionado com o tempo, que é físico. Esta foi a estreia da equipe titular na temporada de 2021, após o período de recesso em seguida ao título da Copa do Brasil. Por isso, era natural que o Verdão sentisse como aconteceu na Argentina, só que já para os próximos dois jogos será necessária uma postura mais intensa, marca da equipe de Abel Ferreira.

Com menos posse que o rival argentino em todo o jogo, o Palmeiras exagerou no uso de bolas longas, mesmo tendo espaço para jogar no meio-campo. Felipe Melo, Zé Rafael e Raphael Veiga não conseguiram criar e, especialmente no caso dos volantes, houve uma dificuldade grande para acompanhar a movimentação do ataque do Defensa y Justicia em suas costas.