Marido de Aline Silva Dantas, de 19 anos, e outra pessoa tiveram roupas levadas até mata onde jovem foi encontrada carbonizada. Polícia segue investigação atrás de autores do crime em Alumínio (SP).

Aline Silva Dantas desapareceu em Alumínio (SP) depois de sair para comprar fraldas para a filha — Foto: Arquivo pessoal
Aline Silva Dantas desapareceu em Alumínio (SP) depois de sair para comprar fraldas para a filha — Foto: Arquivo pessoal

A Polícia Civil usou cães farejadores para periciar a roupa de duas pessoas como parte da investigação do assassinato da jovem Aline Silva Dantas, de 19 anos, que estava desaparecida desde domingo (8) e foi encontrada morta na quarta-feira (11), em Alumínio (SP).

Uma das pessoas que teve a roupa periciada foi o marido de Aline, João Vitor de Almeida – a outra não teve a identidade divulgada. O exame descartou a presença das duas pessoas no local do crime.

Policiais levaram roupas de duas pessoas até a mata em Alumínio onde Aline Dantas foi encontrada, para serem periciadas com ajuda de cães farejadores — Foto: Arquivo PessoalPoliciais levaram roupas de duas pessoas até a mata em Alumínio onde Aline Dantas foi encontrada, para serem periciadas com ajuda de cães farejadores — Foto: Arquivo Pessoal

Corpo de Aline Dantas foi velado em Alumínio (SP) — Foto: Priscila Mota/TV TEM
Corpo de Aline Dantas foi velado em Alumínio (SP) — Foto: Priscila Mota/TV TEM

Aline foi encontrada em uma área de mata cercada por residências na Vila Santa Luzia. Ela teve o corpo parcialmente carbonizado e estava coberta com pedaços de madeira que também estavam queimados.

Segundo a polícia, a identificação foi feita com base nos traços da vítima e de pedaços do vestido que ela usava no dia do desaparecimento.

O velório da jovem foi realizado na manhã desta quinta e logo depois ela foi enterrada no cemitério municipal.