Município e Niterói, na Região Metropolitana, registraram vários pontos de alagamento nesta manhã. O estágio de atenção é o terceiro nível em uma escala de cinco medidas divulgada pela prefeitura sobre chuvas.

Chuva forma bolsões d´água no Jardim Botânico — Foto: Reprodução/TV Globo

Chuva forma bolsões d´água no Jardim Botânico — Foto: Reprodução/TV Globo

A chuva que atingiu a cidade e a região metropolitana do Rio nesta segunda-feira (13) deu uma trégua, mas o município segue em estágio de atenção desde as 5h50. Vários pontos de alagamento foram registrados no Rio e em Niterói.

Segundo o Centro de Operações da Prefeitura do Rio, houve registro de 10 mm em 15 minutos em pelo menos duas estações pluviométricas do Sistema Alerta Rio.

Alguns bairros da Zona Sul, como o Jardim Botânico, já registravam bolsões d´água no começo da manhã. A Avenida Brasil sofreu interdições em trechos do Caju, Manguinhos, Parada de Lucas e Bonsucesso em função da formação de bolsões d’água.

Rocinha registra chuva forte nesta segunda (13)

Na saída do Túnel Rebouças, os acessos para o Humaitá e para a Avenida Borges de Medeiros foram fechados, devido a acúmulo de água. Às 6h45, seguiam abertas as saídas para Rua Jardim Botânico e para a Avenida Epitácio Pessoa.

A Avenida Epitácio Pessoa, no entanto, estava bastante alagada no sentido Leblon-Corte do Cantagalo por volta das 7h55. Equipes da Comlurb foram acionadas para tentar facilitar o escoamento da água dos bueiros. A recomendação para motoristas era seguir pela orla, que tinha trânsito livre nesta manhã.

De acordo com o Alerta Rio, nas últimas 24 horas choveu 75,6 milímetros na região da Rocinha, o que representa 43% do esperado para todo o mês de janeiro, que é de 174,3 milímetros.

Em alguns pontos as sirenes de alerta foram acionadas, como nas comunidades do Pavão-Pavãozinho e do Cantagalo.

Para as próximas horas, continua a previsão de pancadas de chuva forte na cidade, principalmente na orla do município.