Com zona azul desativada, estacionar no centro de Araçatuba fica mais difícil

Parar o carro na área central de Araçatuba tem sido um desafio para os motoristas nas últimas semanas. Muitas reclamações têm chegado sobre a dificuldade de estacionar no centro com a suspensão das atividades da Arapark, empresa concessionária do serviço de estacionamento rotativo no município.

Leitores que entraram em contato pedem a volta das cobranças de tarifa da zona azul, para evitar que veículos permaneçam estacionados por muito tempo no mesmo local.

Com a suspensão do comércio, as cobranças da zona azul também foram suspensas, o que deixaram as vagas livres para estacionamento na área central de Araçatuba.

A reportagem foi até o local nesta quinta-feira e constatou que boa parte das vagas do entorno da praça Rui Barbosa e do calçadão ficam ocupadas em boa parte do tempo, dificuldade o estacionamento.

No final da rua General Osório, no encontro com o final do calçadão da Princesa Isabel, os locais de estacionamento estão quase sempre preenchidos. O mesmo ocorre nas ruas adjacentes, como na Carlos Gomes.

Outro local que causa muitas reclamações é no bairro Vila Mendonça, onde ficam localizadas muitas clínicas médicas, além da Santa Casa de Araçatuba.

Com a suspensão da cobrança dos serviços, ficou ainda mais difícil para que motoristas estacionem nas ruas Rio de Janeiro, Bahia, Sergipe, Minas Gerais, Floriano Peixoto e Tiradentes, principalmente nas imediações do hospital público regional araçatubense.

ANDRADINA

Em Andradina, onde a Andrapark também suspendeu as operações devido à pandemia, a situação é ainda mais complicada. Já á movimento no comércio e as ruas centrais estão sempre com as vagas de estacionamento cheias. É difícil encontrar lugar para estacionar.