Mãe, que estaria embriagada, disse que perdeu o filho de vista e foi para um bar comprar um “corote”

Um menino de 4 anos de idade foi encontrando andando sozinho pelas ruas do residencial Atlântico, em Araçatuba (SP), na noite de segunda-feira (9).

A criança disse à polícia que não queria voltar para casa, porque era maltratada pela mãe, que foi encontrada embriagada.

O caso aconteceu pouco depois das 18h. Policiais militares foram chamados por uma testemunha que informou que encontrou o menino de 4 anos andando sozinho pela rua.

Ainda segundo o que foi relatado, a mulher decidiu recolher a criança, por conhecer o histórico de embriaguez da mãe dela.

Os policiais militares relataram no boletim de ocorrência que enquanto estavam na casa onde a criança havia sido abrigada, a mãe dela, que tem 35 anos, apareceu e passou a gritar para que devolvesse o menino a ela.

Os policiais decidiram levar o menino e as duas mulheres ao plantão policial, onde foi acionado o Conselho Tutelar. Questionada, a mãe da criança alegou que estava no Centro Comunitário, que é a Estação Cidadania, mas acabou perdendo o filho de vista.

Ela alegou ainda que a criança é hiperativa e que, ao invés de procurar por ela, foi para um bar comprar um corote, bebida alcoólica à base de vodca.

Consta no boletim de ocorrência que o menino relatou que desejava voltar para casa com a mãe dele, que é agressiva e bate nele.

O caso foi registrado como abandono de incapaz e a criança entregue à avó materna.