De primeiro volante a meia, jogador não pensa em sair do Peixe

Diego Pituca é um dos Meninos da Vila do elenco — Foto: Ivan Storti/Santos FC

Diego Pituca é um dos Meninos da Vila do elenco — Foto: Ivan Storti/Santos FC

Diego Pituca já passou daquela fase em que o jogador sonha todos os dias com a ida para o futebol europeu, é atraído por olheiros e constantemente cobiçado. Aos 27 anos, o volante do Santos não esconde que a Europa ainda é um objetivo, mas não uma obsessão.

Menino da Vila e adaptado à cidade ao ponto de ir a jogos das categorias de base e da Portuguesa Santista, “vizinha” do Peixe, a pé com a esposa, o jogador quer entrar para a história onde está hoje.

No Santos, é comum que os ídolos tenham seus rostos pintados no muro do CT Rei Pelé. Essa, sim, é a verdadeira vontade de Diego Pituca.

– Sou um Menino da Vila, estou adaptado à cidade. Sempre quando tenho uma folga e você quiser me achar aqui em Santos é só ir aos estádios (risos). Minha esposa até brinca que é difícil me achar em casa – completou.

A Europa ainda está, porém, nos planos do volante:

– Se eu falar que não (jogaria na Europa) estaria mentindo (risos). Mas o meu maior sonho eu já conquistei, que é estar aqui no Santos. Quero viver meu momento, estou muito feliz de estar aqui no Santos, não quero sair tão cedo.