Lasier Martins (Podemos-RS), Major Olímpio (PSL-SP) e Alessandro Vieira (Cidadania-SE) participaram de uma reunião do grupo parlamentar ‘Muda Senado’ na semana passada. Congresso voltou a funcionar remotamente.

Em 24 horas, de segunda (1º) para terça-feira (2), três senadores anunciaram que testaram positivo para a Covid-19. Lasier Martins (Podemos-RS), Major Olímpio (PSL-SP) e Alessandro Vieira (Cidadania-SE) haviam participado de uma reunião do grupo Muda Senado uma semana antes.

O Distrito Federal registra um aumento no número de casos da Covid-19. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) anunciou que a Casa passará a ter sessões remotas a partir desta quinta-feira (4). Na tentativa de conter o avanço da doença, o governador Ibaneis Rocha (MDB) publicou um decreto que permite apenas o funcionamento de serviços essenciais.

Confira o mapa do coronavírus no DF
Os três senadores diagnosticados com a Covid-19 disseram que estão isolados e se recuperam em casa. Os senadores Alessandro Vieira e Major Olímpio relataram que apresentam sintomas leves da doença.

Casos na Câmara dos Deputados
A assessoria de imprensa da Câmara dos Deputados informou nesta terça-feira (2) que o número de deputados e funcionários da Casa diagnosticados com Covid-19 quase dobrou na comparação entre os meses de janeiro e fevereiro deste ano.

Em fevereiro, segundo a Câmara, foram registrados 105 casos da doença. Em janeiro, 58. Em dezembro do ano passado, a Câmara registrou 72 contaminações por Covid-19.

Segundo a assessoria da Câmara, não é possível afirmar se as contaminações ocorreram dentro ou fora da Casa.

Em fevereiro deste ano, a Câmara aprovou um projeto de resolução que prevê um sistema híbrido de votações, com a possibilidade de participação presencial e remota dos parlamentares. Além disso, está permitido o retorno do trabalho nas comissões, paradas desde março do ano passado.