País tem quase 50 mil infectados e 4.089 pessoas morreram por causa da Covid-19. Parlamento decidiu que espanhóis ficarão isolados até 12 de abril.

O isolamento na Espanha foi prorrogado nesta quinta-feira (26) para o dia 12 de abril em uma tentativa de conter a expansão de Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. O país, o segundo mais atingido na Europa pela pandemia, tem quase 50 mil infectados e 4.089 mortes por causa de complicações provocada pelo Sars-Cov-2.

Espanha supera o número de mortes da China por causa do coronavírus
Pista de patinação no gelo servirá de necrotério em Madri durante epidemia de coronavírus
O Parlamento votou no começo desta quinta a prorrogação das medidas de emergência, incluindo o estado de isolamento que fez com que as pessoas ficassem confinadas em casa, só podendo sair para comprar comida ou remédios ou ir ao trabalho.

O número de casos confirmados no país aumentou em 10 vezes desde que o estado de emergência foi imposto, no dia 14 de março. O número de mortes superou o da China na quarta-feira, quando 738 pessoas morreram.

“Não é fácil estender o estado de emergência, estou convencido que a única opção eficiente contra o vírus é o isolamento social”, disse o primeiro-ministro Pedro Sanchez


A maioria dos 321 deputados votou a favor, e 28 se abstiveram. A oposição também apoiou a medida, ainda que o líder dos adversários do governo, Pablo Casado, tenha dito que Sanchez deu uma resposta atrasada.