Jogador revelado na base será o reserva de Tiago Volpi; contrato de Jean foi suspenso

O técnico Fernando Diniz, do São Paulo, indicou que Lucas Perri será o goleiro reserva de Tiago Volpi. Jean está fora dos planos, após ter sido preso nos Estados Unidos durante as férias acusado de agredir a esposa.

Para 2020, o São Paulo conta com quatro goleiros: Tiago Volpi, Lucas Perri, Júnior e Thiago Couto.

– A tendência natural é que seja o Perri, mas todos que estão aqui estão buscando seu espaço – disse Fernando Diniz.

Fernando Diniz também comentou a situação de Jean. A entrevista do treinador foi dada na manhã da última quinta-feira, portanto, antes da divulgação da decisão do clube de suspender o contrato do goleiro até dezembro de 2020.

Com a suspensão do contrato (válido até 2022), o São Paulo para de pagar salários para Jean, que não receberá nenhum tipo de indenização.

Jean foi preso durante as férias, nos Estados Unidos, acusado de agredir a esposa. Posteriormente ele foi solto da detenção sem pagamento de fiança após uma audiência em Orlando. O processo continua na justiça americana. O técnico indicou que não deverá pedir reforços para a posição.

Júnior, Tiago Volpi, Lucas Perri e Thiago Couto: os quatro goleiros do São Paulo para 2020 — Foto:  Rubens Chiri / saopaulofc.net

Júnior, Tiago Volpi, Lucas Perri e Thiago Couto: os quatro goleiros do São Paulo para 2020 — Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

– Confio muito nos jogadores que temos aqui. O São Paulo tem escola de goleiros. Tem muitos jogadores que sempre são convocados. Estou confiante no que temos. Sobre o Jean lamento, porque não queremos isso pra ninguém. Infelizmente ele errou e está pagando pelo erro – afirmou Fernando Diniz.

Sem rescindir o contrato de Jean por justa causa, o São Paulo toparia, por exemplo, um empréstimo com o novo clube responsável por pagar os salários do goleiro. O Ceará chegou a mostrar interesse por Jean, mas recuou após manifestações da torcida e contratou Fernando Prass.

É possível, portanto, que Jean seja negociado ao longo de 2020, desde que seja um acordo feito nas condições estabelecidas pelo São Paulo. O certo é que ele não jogará mais pelo Tricolor.