Havia escondido os notebooks em um terreno e levou os policiais ao local, onde os equipamentos foram encontrados

Um servente de 44 anos, morador no bairro Hilda Mandarino, em Araçatuba (SP), foi preso na tarde de domingo (8), acusado de furto. Ele invadiu a casa de um bancário, no bairro Nova Iorque, furtou dois aparelhos de celular e dois notebooks, e fugiu deixando para trás uma enxada.

A vítima, que mora na rua Caigangs e tem 44 anos, contou à polícia que ao chegar em casa, por volta das 12h30, encontrou o varal rompido e notou que havia uma enxada no quintal. Ainda de acordo com ele, o quintal estava parcialmente carpido, apesar de ele não ter contratado nenhum profissional para execução desse tipo de serviço.

Ao vistoriar o imóvel, o bancário percebeu o furto de um celular e dois notebooks. Disse ainda que não houve arrombamento, mas que havia deixado a porta da casa aberta porque o filho dele de 14 anos ficou em casa, mas não percebeu nada de anormal.

Prisão

Enquanto era registrado o boletim de ocorrência, a polícia foi informada que um morador no bairro Alvorada havia comprado o celular furtado da vítima por R$ 20,00. Ainda segundo o comprador, a pessoa que ofereceu o aparelho costuma fazer serviços de capina na vizinhança.

Os policiais foram de encontro a essa pessoa e, enquanto conversavam com ela, o acusado passou pelo local. Ele foi abordado, confessou o crime e disse que estava com outro celular, o qual a vítima nem tinha conhecimento do furto.

Os notebooks ele havia escondido em um terreno e levou os policiais ao local, onde os equipamentos foram encontrados. O acusado confirmou ter invadido a residência da vítima pulando o muro e deixado no local uma enxada.

Ele foi preso em flagrante e após ser ouvido ficou à disposição da Justiça.