Agrediu policial com soco para tentar impedi-lo de entrar no apartamento; havia drogas e um revólver de brinquedo


A Polícia Militar de Araçatuba (SP) prendeu na madrugada deste domingo (4), um jovem de 20 anos, em um condomínio de apartamentos no bairro Villela, acusado de tráfico de drogas.

Segundo o boletim de ocorrência, ele agrediu um policial com um soco para tentar impedi-lo de entrar no imóvel. Com ele foram apreendidas drogas, um revólver de brinquedo e uma balança de precisão.

Os policiais foram ao condomínio, que fica na rua Antônio dos Santos Ribeiro, pouco depois da 0h, após denúncia de aglomeração e som alto em um dos apartamentos.

No local, eles foram informados que houve reclamação de moradores de que em um dos blocos havia aglomeração de pessoas e som alto. Os policiais foram ao apartamento indicado, bateram na porta e foram atendidos pelo acusado.

Segundo a polícia, ele ficou assustado ao ver o policiais e tentou fechar a porta, mas a equipe um revólver sobre o sofá, por isso forçou a entrada. Nesse momento houve resistência e um dos policiais foi agredido com um soco.

Foi necessário o uso da força para detê-lo e, aproveitando da situação, outros dois rapazes que estavam no local conseguiram fugir sem serem identificados.

Em revista pelo apartamento os policiais constataram que a arma era uma réplica de um revólver do calibre 32. Junto com ele no sofá havia uma sacola plástica com uma porção de maconha esfarelada e outras duas menores.

Sobre uma mesinha havia uma balança de precisão, ao lado de um pino com cocaína e uma pedra da mesma droga. Também foram encontrados R$ 155,00 em dinheiro e dois celulares.

Os policiais também apreenderam uma carteira com uma CNH em nome de um homem e um documento de veículo em nome de uma mulher.

Segundo a polícia, o investigado disse que a maconha apreendida era dele, mas a arma de brinquedo e a cocaína seriam dos rapazes que fugiram, sem informar quem seriam eles. Alegou ainda que mora sozinho e apesar de estar desempregado, sempre compra mais de 200 gramas da droga para uso próprio e para “abastecer” os amigos.

Segundo a policial, enquanto estava algemado o jovem se debatia contra a parede tentando escapar, sofrendo lesões, por isso passou atendimento médico no pronto-socorro antes de ser apresentado no plantão policial.

Em depoimento formal o investigado negou o tráfico de drogas, alegando ser usuário de entorpecentes. Disse ainda que tentou impedir a entrada dos policiais sem autorização, porque a mãe dele que seria a responsável pelo imóvel.

Ao todo, a maconha apreendida pesou pouco menos de 100 gramas e a cocaína, 5,57 gramas. O jovem foi preso em flagrante e ficou à disposição da Justiça.
Fonte: Hojemais