Clube disputou no sábado a última competição da temporada, em que conseguiu 23 taças do sub-11 ao sub-20, além de ter 31 jogadores de diversas idades chamados para seleções

Se o Palmeiras ainda não usa os atletas que cria na quantidade esperada pela torcida, o departamento de formação de jogadores conseguiu resultados históricos em 2018. Esta foi a temporada em que o Verdão conseguiu mais títulos na base (23) e teve mais jogadores convocados (31), desde a categoria sub-11 até a sub-20.

No sábado, o clube teve sua última competição a disputar (a Copinha sub-14, em que ficou em terceiro lugar) e mais recentemente um jogador convocado por seleção – Aníbal, pelo Paraguai, para disputar o Sul-Americano sub-20.

Em relação às conquistas, todas as categorias foram campeãs ao menos uma vez em 2018. Dos 23 títulos, alguns marcantes foram o Mundial de Clubes sub-17, o Brasileiro sub-20 e a Copa RS, também sub-20. Nesses três casos, o Verdão venceu a competição pela primeira vez.

Para efeito de comparação, o recorde anterior era o de 2017, quando o Verdão deu 16 voltas olímpicas na base. Já a temporada com mais convocados era a de 2016, com 24.

Apenas a Seleção Brasileira teve 29 palmeirenses em 2018 – no sub-20, os representantes ao longo do ano foram Vitão, Gabriel Menino, Gabriel Furtado, Alan Guimarães, Luan Cândido, Papagaio e Fernando (este já negociado com o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia). Os outros seis vão disputar o Sul-Americano.

Aníbal, pelo sub-20 do Paraguai, e Robson Matheus, para o sub-20 da Bolívia, completam a lista dos convocados na temporada.

– Colocamos o Palmeiras como destaque no futebol, decacampeão brasileiro, e na base, disputando todos os títulos. Chegamos nesse patamar através de trabalho, esforço, dedicação e competência de todos. O Palmeiras tem os melhores atletas do Brasil em todas as categorias, do Profissional ao sub-10 – afirmou o presidente Maurício Galiotte.

O passo que o clube ainda não conseguiu dar é aproveitar com mais frequência os garotos no time de cima. O elenco campeão brasileiro teve Pedrão, Victor Luis, Vitinho e Artur como atletas revelados no clube, mas apenas o lateral-esquerdo foi figura importante. Gabriel Furtado, Alan Guimarães, Yan e Papagaio, ainda que não fossem do grupo, treinaram com frequência na Academia de Futebol e alguns deles foram até relacionados.

Papagaio, inclusive, negocia com o Atlético-MG por empréstimo, para ganhar rodagem. O centroavante de 19 anos de idade fez 38 gols em 46 partidas pelo sub-20, mas no profissional seria apenas a quarta opção, atrás de Borja, Deyverson e Arthur Cabral, recém-contratado. Além disso, sua cessão é uma forma de facilitar a permanência de Marcos Rocha no grupo.