Um do caso aconteceu em Penápolis e o outro em Birigui

Duas ocorrências sobre notas falsas de R$ 100,00 passadas no comércio foram registradas na região de Araçatuba (SP) na terça-feira (13). Uma das vítimas, de Penápolis, caiu no golpe uma vez e viu os suspeitos fugiram na segunda tentativa.

O caso aconteceu por volta das 17h, em uma padaria na rua David Vicente da Silva, no Jardim Ipê. O comerciante, de 33 anos, disse à polícia que um jovem com idade aparente entre 16 e 20 anos foi ao estabelecimento, fez uma compra no valor de R$ 10,00 e pagou com uma nota de R$ 100,00.

A vítima informou que utilizou uma caneta de identificação que indicou que a cédula seria verdadeira e passou o troco de R$ 90,00. Em seguida, repassou a nota como pagamento a um dos fornecedores dele.

Algum tempo depois, outro jovem entrou na padaria, consumiu R$ 5,00 e também tentou fazer o pagamento com uma nota de R$ 100,00. Desconfiado, o comerciante não aceitou o dinheiro e pediu que buscasse o valor trocado.

Segundo a vítima, no momento que o suspeito deixava o prédio, o fornecedor que recebeu a primeira nota retornou dizendo que ela era falsa. O comerciante saiu atrás do suposto cliente, seguiu e o flagrou conversando com o jovem que lhe deu a primeira nota de R$ 100,00.

Ele questionou a dupla sobre o dinheiro e os rapazes disseram ter recebido como pagamento pelo patrão deles. Ao informar que acionaria a polícia, os suspeitos fugiram. A polícia tentará encontrar imagens gravadas por câmeras de monitoramento para identificá-los.

 

Birigui

Já no início da noite, a gerente de um posto de combustíveis na rua João Galo, em Birigui, também acionou a polícia por ter recebido uma nota falsa de R$ 100,00.

Ela contou que por volta das 16h, uma pessoa com uma caminhonete Toyota Hilux esteve no estabelecimento, abasteceu R$ 160,00 em combustível e pagou parte do valor com uma nota de R$ 100,00.

Posteriormente, quando essa pessoa já havia deixado o posto, foi constatado que a nota era falsa. A vítima não conseguiu anotar a placa da caminhonete nem informar as características do condutor do veículo.