Nesta quarta, mais cedo, Londres confirmou primeiro paciente com a doença e oitava infecção na Inglaterra.

Médicos ajudam paciente a sair de uma ambulância em Euhan, na província de Hubei, na China — Foto: Chinatopix via AP

Médicos ajudam paciente a sair de uma ambulância em Euhan, na província de Hubei, na China — Foto: Chinatopix via AP

Hubei, província epicentro do coronavírus na China, confirmou 242 novas mortes nesta quarta-feira (12). A região registrou 14.840 casos no último dia, sendo que 13.332 foram diagnosticados de forma clínica. Ao todo, apenas na província, são 48.206 casos do Covid-19.

As autoridades de saúde chinesas mudaram os critérios de diagnóstico da doença, passando a aceitar relatórios clínicos dos sintomas, não apenas os testes em laboratório. Com isso, o número de casos confirmados deu um salto. Normalmente, estavam sendo confirmadas de 2 mil a 3 mil novas infecções por dia.

Dados de Hubei:


33.693 pacientes em hospitais
9.028 casos suspeitos
77.308 pessoas estão sob observação
Dados da China (até as 7h35 desta quinta-feira, 13):
1.368 mortes na China (incluindo uma em Hong Kong)
1 morte nas Filipinas
59.882 casos confirmados na China
445 casos confirmados em outros 24 países
5.911 pacientes com alta


Mais cedo, a cidade de Londres confirmou seu primeiro caso da doença. Este é o nono caso de infecção na Inglaterra. O paciente teria contraído o vírus na China antes de chegar ao país. Já os Estados Unidos confirmaram o segundo caso local da doença.