Governo do RJ confirmou que seis homens e duas mulheres morreram.

Secretaria de Saúde confirma 89 mortes no estado, sendo 5 na Rocinha e 3 em Manguinhos

A Secretaria Estadual de Saúde do RJ confirmou nesta quarta-feira (8) que duas das maiores comunidades do Rio: a Rocinha e Manguinhos, tiveram mortes confirmadas em decorrência da Covid-19.

Na Rocinha, na Zona Sul, foram cinco mortes.
Em Manguinhos, na Zona Norte, foram três.
Os casos na Rocinha
Na favela de São Conrado, quatro homens e uma mulher morreram.

A pasta não informou quando ocorreram os óbitos nem detalhou os nomes nem as idades dos pacientes, mas informou que dois dos mortos tinham mais de 60 anos, e os outros três, entre 40 e 59 anos.

A secretaria acrescentou que outros seis moradores da Rocinha testaram positivo — dois deles, com idade entre 30 e 39 anos, desenvolveram sintomas graves.

A maioria dos casos foi atendida na emergência do CER Leblon. Lá e no Hospital Miguel Couto, até a manhã desta quarta (8), estavam internados 13 pacientes confirmados e suspeitos de Covid-19.