Fã de Silvio Santos, Gugu iniciou sua carreira ainda adolescente no SBT.

O apresentador e empresário Silvio Santos, dono do SBT, enviou uma coroa de flores para o velório de Gugu Liberato na Assembleia Legislativa nesta quinta-feira (28). Desde a morte de Gugu, Silvio Santos ainda não se manifestou em público sobre seu pupilo.

“Condolências”, dizia a faixa presa junto à coroa de flores. Ele é aguardado no velório, que termina às 10h desta sexta (29).

Além de Silvio Santos, a família de Gugu Liberato recebeu flores de Zezé Di Camargo e família, Carla Perez e Xanddy, Raul Gil, Beto Carrero, entre outros.

Os apresentadores Gugu Liberato e Silvio Santos durante a gravação do programa 'Troféu Imprensa', no SBT, em São Paulo, em abril de 2002 — Foto: Celso Junior/Estadão Conteúdo/Arquivo

Os apresentadores Gugu Liberato e Silvio Santos durante a gravação do programa ‘Troféu Imprensa’, no SBT, em São Paulo, em abril de 2002 — Foto: Celso Junior/Estadão Conteúdo/Arquivo

Gugu e Silvio
Fã de Silvio Santos, Gugu Liberato conseguiu se aproximar do apresentador aos 13 anos ao lhe entregar uma carta. Um ano depois, começou a trabalhar na TV como auxiliar de produção do empresário, que na época tinha um programa na TV Globo.

Em 1982, Gugu passou a apresentar seu primeiro grande sucesso na então TVS: o programa “Viva a noite”. A atração, que alavancou sua carreira, teve destaque por trazer números musicais de artistas em alta na época.

Em 1987, Gugu assinou contrato com a Rede Globo, mas Silvio Santos foi pessoalmente conversar com o jornalista Roberto Marinho e conseguiu a liberação do apresentador.

Silvio iria passar por uma cirurgia delicada e precisava de Gugu para assumir boa parte da programação de domingo no SBT.