Noite de domingo foi marcada por confusão após empate com Corinthians, que praticamente selou rebaixamento para Série B. Apesar do clima tenso, nada foi danificado e ninguém ficou ferido

A noite de domingo foi marcada por confusão em São Januário. Logo após o empate contra o Corinthians, que praticamente selou o rebaixamento do Vasco para Série B, membros de torcidas organizadas foram ao estádio protestar contra o momento do time. Não houve quebra-quebra, mas sobraram ovadas e bate-boca com funcionários do clube.

O clima esquentou, e por pouco a briga não terminou em agressão na entrada principal de São Januário. Alguns funcionários foram atingidos por ovadas. A social do estádio ficou suja de ovos. Segundo relatos, cerca de 50 pessoas participaram do protesto.

A delegação do Vasco retornou na noite deste domingo ao Rio de Janeiro. Não houve qualquer problema no desembarque. O Vasco tem chances apenas matemáticas de se manter na Série A, mas todos no clube já aceitam o rebaixamento. Além de vencer o Goiás, o clube precisa de uma derrota do Fortaleza para o Fluminense e tirar uma diferença de 12 gols de saldo, o que torna a missão praticamente impossível.

Na tarde desta segunda, o presidente Jorge Salgado vai se reunir com a cúpula do Vasco, em São Januário para traçar os planos do clube com o iminente rebaixamento à Série B do Brasileirão.