Estava com a filha do casal no colo e foi derrubada no chão; investigado confessou que a empurrou

Uma adolescente de 16 anos foi agredida dentro de uma igreja evangélica no bairro Portal da Pérola 2, em Birigui (SP), na noite de domingo (14). O acusado da agressão é o ex-companheiro dela, que tem 23 anos e confessou tê-la durrado ao chão.

A Polícia Militar foi informada do caso pouco depois das 19h30 e enviou uma equipe à igreja, na rua Custódio dos Reis.

Em contato com a vítima, ela contou que estava sentada no interior do templo, com a filha pequena no colo, quando o ex-companheiro a surpreendeu com um beijo forçado e, em seguida, pediu para conversar.

Por ter negado o pedido, foi agredida com um tapa nas costas e um soco na cabeça. Como estava com a criança no colo, a adolescente desequilibrou-se e caiu no chão, junto com a filha.

Uma amiga que acompanhava a vítima e outros frequentadores da igreja presenciaram as agressões, separaram o casal e chamaram a polícia.

Questionado pelos policiais, o acusado negou ter beijado a ex-companheira a força, mas admitiu tê-la empurrado, fazendo com que caísse no chão junto com a filha do casal.

Todos os envolvidos foram levados para o plantão policial, onde o pai da adolescente acompanhou o registro da ocorrência. Ela requereu as medidas protetivas previstas na lei Maria da Penha. Após ser ouvido, o investigado foi liberado.

Fonte: Hojemais