Andres Rueda procura um novo executivo de futebol para o Santos antes de fechar com técnico


Os bastidores do Santos estão fervendo e a quinta-feira foi um dia bem agitado na Vila Belmiro. Com a demissão do argentino Fabián Bustos e de toda a sua comissão técnica, além do ex-zagueiro Edu Dracena ter deixado o cargo de executivo de futebol, após a eliminação nas oitavas de final da Copa Sul-Americana para o Deportivo Táchira, da Venezuela, a busca por novos profissionais para o clube mobilizou os dirigentes, em especial o presidente Andres Rueda.

As especulações em torno do nome do próximo técnico do Santos só cresceram ao longo do dia, mas a ideia da diretoria é encontrar primeiro um novo executivo de futebol para o lugar de Edu Dracena. Com ele virão novos profissionais para essa área administrativa, já que o gerente de futebol Guilherme Lipi e o assessor Arnaldo Hase também deixaram seus cargos.

Andres Rueda pretende ter mais calma, já que o calendário do Santos até o final da temporada diminuiu com a eliminação na Copa Sul-Americana. E a chance de cair também na Copa do Brasil é grande por conta da goleada de 4 a 0 sofrida para o Corinthians, fora de casa. A volta pelas oitavas de final será na quarta-feira que vem, na Vila Belmiro, e uma vitória por pelo menos quatro gols de diferença será preciso – isso para levar a decisão da vaga para a disputa de pênaltis.

Enquanto novos nomes não chegam, o Santos já se organizou para o jogo contra o Atlético-GO, neste domingo, às 18 horas (de Brasília), na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro. Marcelo Fernandes, auxiliar fixo do clube, comandará o time e terá o ex-meia Giovanni, ídolo santista nas décadas de 1990 e 2000, como seu assistente.