Araçatuba abre licitação de R$ 5,4 milhões para asfalto

A5 INFO

Locais onde serão realizados os serviços

A Prefeitura de Araçatuba abriu, no final da última semana, licitação de R$ 5.427.610,80 para obras de recapeamento asfáltico em diferentes pontos da cidade.

A execução desses serviços vinha sendo bastante aguardada. Em 30 de agosto do ano passado, durante visita a Penápolis, o vice-governador Rodrigo Garcia (DEM) havia anunciado a liberação de R$ 5 milhões do Estado para o município realizar estes trabalho. Já em 1º de novembro, quando esteve na cidade, o secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, havia assinado o convênio na Prefeitura.

Uma parte do valor total da obra – R$ 300.240,82 – são de responsabilidade da administração municipal. Já os outros R$ 127.369,98, segundo a Prefeitura, são de recursos próprios do município que não fazem parte do convênio.

As empresas interessadas deverão apresentar propostas para execução de obras e serviços de infraestrutura urbana que incluem não apenas recapeamento do asfalto, mas também sinalização viária horizontal, com o fornecimento e colocação de placa de obra em diversas vias públicas do município.

No total, será recuperada a malha viária de 45 trechos de ruas e avenidas. As obras deverão abranger mais de 133 mil metros quadrados de recapeamento com concreto betuminoso usinado (CBUQ), além de 691 metros quadrados de sinalização. O CBUQ é um dos tipos de revestimentos asfálticos mais utilizados nas vias urbanas – os pavimentos são estruturas compostas por múltiplas camadas.

De acordo com a justificativa do governo estadual apresentada no plano de trabalho da obra, esses serviços são necessários pelo fato de o pavimento existente se encontrar em estado precário de conservação. Essa situação, diz a Secretaria Estadual de Planejamento e Gestão, decorre da presença de vários prédios residenciais e equipamentos públicos e ainda pelo fato de o tráfico de veículos ser intenso no local, “o que tornou o desgaste do pavimento inevitável com o passar dos anos”.