Araçatuba confirmou ontem a obtenção de mais de meio milhão de reais do Estado para o término de uma das mais importantes obras de infraestrutura da gestão de Dilador Borges (PSDB), a implantação de galerias pluviais no bairro Água Branca. O contrato com o município foi um dos 94 assinados pelo governador João Doria (PSDB), na manhã dessa segunda-feira, com 73 prefeituras paulistas. Todas essas parcerias são para atender projetos de segurança hídrica, proteção, conservação e recuperação da qualidade das águas.
De acordo com o Estado, Araçatuba receberá R$ 599.982,46 para as obras. A administração municipal entrará ainda com R$ 105.879,26, totalizando um investimento de R$ 705.861,72. Segundo o Palácio dos Bandeirantes, os recursos são provenientes do Fehidro (Fundo Estadual de Recursos Hídricos) e os repasses ocorrem por meio das secretarias de Infraestrutura e Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional. Para todo o território paulista, o pacote assinado contempla a liberação de R$ 38 milhões nos 73 municípios.
Conforme o secretário municipal de Planejamento Urbano, Ernesto Tadeu Consoni, com esses recursos, a Prefeitura executará a terceira e última etapa da implantação de galerias no bairro da zona leste da cidade. “Daí, a expectativa é que os problemas decorrentes de alagamentos, quando chove, acabaem”, destacou. Ele acredita que a licitação destinada à contratação da empresa que realizará os serviços sairá ainda neste ano.
Consoni ressaltou que, com o apoio do Fehidro, a administração municipal tem conseguido importantes recursos para resolver problemas na área de infraestrutura urbana. Ele destacou que já há um pedido do município para a liberação de verba a fim de também colocar galerias pluviais no Jardim Pinheiros.

Além de Araçatuba, outras sete prefeituras da região foram beneficiadas com os recursos do Fehidro no início desta semana. O segundo maior repasse será para Turiúba, que terá R$ 515.825,32 para colocação de galerias pluviais. A esse montante, entrarão ainda R$ 38.363,41 do poder público local.
Outros dois municípios também serão contemplados com dinheiro para galerias: Santo Antônio do Aracanguá e Turiúba, com R$ 111.825,46 e R$ 142.658,11, respectivamente.
Doria ainda assinou contrato de R$ 325.804,40 com Promissão para a revisão do Plano da Bacia Hidrográfica do Baixo Tietê. Para Penápolis, o investimento será de R$ 205.427,13 destinados à implantação de rede de monitoramento hidrometeorológico e medição de vazão na Bacia Hidrográfica do Ribeirão Lajeado. Nesse projeto, o município entrará com contrapartida de R$ 70.811,95.
Nova Luzitânia receberá R$ 101.145,00 para a criação do sistema de armazenamento de resíduos sólidos sólidos urbanos como mecanismo preventivo à poluição difusa na cidade.
Já Guaraçaí terá R$ 130.011,73 para ações de combate a perdas e substituição de hidrômetros na rede de distribuição no sistema de abastecimento de água.
Com todos esses repasses, só para a região, do Fehidro, foram autorizados ontem R$ 2.132.679,61 para a região.