A Secretaria Municipal de Saúde informa que o primeiro arrastão contra o mosquito Aedes solicitado pelo Governo do Estado de São Paulo acontece neste sábado, dia 11 de maio, na região dos bairros Pinheiros e Planalto. VEJA A RELAÇÃO ABAIXO.

Das 7h30 às 13h30 uma equipe com 93 servidores da Saúde estarão percorrendo as casas. A meta é realizar vistorias domiciliares para eliminação de criadouros e potenciais focos do mosquito, bem como mobilizar a população para evitar novas infestações.

A administração pede para que os moradores atendam os agentes, que estarão uniformizados e identificados com crachás da Prefeitura de Birigui. Os agentes sairão da Escola Estadual Profª Esmeralda Milano Marone, que fica no Jandaia.

Além disso, os agentes deverão preencher formulários atestando as visitas aos imóveis. Assim, além da prestação de contas dos recursos repassados pelo Governo do Estado, os gestores municipais deverão submeter, mensalmente, os relatórios de vistoria à Superintendência de Controle de Endemias (Sucen), autarquia vinculada à Secretaria de Estado da Saúde, para monitoramento do trabalho.

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo vai pagar para que cerca de mil agentes das prefeituras paulistas atuem aos sábados para combater o Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Birigui está na lista dos municípios que receberão essa “verba extra” de R$ 120,00 para cada agente. O município agendou dois arrastões: o primeiro neste sábado, dia 11, e o segundo no dia 25 de maio (também no sábado).

NÚMEROS – Birigui registrou de 1º de janeiro até o dia 6 de maio de 2019 um total de 5.733 notificações, sendo 4.458 casos prováveis de dengue (2.557 casos positivos e 1.901 casos em investigação). Outros 1.275 foram registrados como casos negativos.

Confirma, abaixo, os bairros que serão visitados neste dia 11 de maio.

Parque Residencial Pinheiros; Jandaia Residencial Parque 1, 2 e 3; Jardim Planalto; Residencial Prefeito Mário Crêm dos Santos; Residencial Ipê.

fonte: Prefeitura de Birigui