A tarifa mínima ofertada pela empresa foi de R$ 3,63, que foi o valor máximo definido em edital

A empresa Auto Viação Suzano Eireli foi a única a apresentar proposta no processo de licitação realizado pela Prefeitura de Birigui (SP) para concessão dos serviços de transporte público no município.

A sessão para conhecimento das propostas aconteceu na última quinta-feira (25). Segundo a administração municipal, a tarifa mínima ofertada pela empresa foi de R$ 3,63 , que foi o valor máximo definido em edital.

A Auto Viação Suzano é responsável pelo transporte coletivo de Birigui desde março, quando assinou contrato emergencial pelo período de 180 dias. A tarifa atual é de R$ 3,30.

Ainda de acordo com a administração municipal, após transcorrer o prazo legal para recurso, a empresa deve ser convocada para assinar o novo contrato. O município afirma que a meta da Prefeitura é manter a tarifa atual do ônibus circular na cidade.

“A Prefeitura de Birigui pretende não aumentar a tarifa e está em diálogo com a empresa. Se não houver acordo, dentro de 60 dias a tarifa poderá ser R$ 3,63, único valor apresentado na licitação”, informa em nota a Secretaria de Comunicação.

Ainda segundo o município, em média 1.500 passageiros de Birigui utilizam o transporte coletivo diariamente na cidade. O serviço oferece dez linhas e a empresa disponibiliza 12 ônibus, sendo que dois deles são extras, para serem utilizados em caso de emergência.

A conclusão do processo de licitação pela Prefeitura de Birigui pode ser considerada uma conquista para a adminstração municipal, que desde 2015 mantém contratos emergenciais.

A antiga prestadora, a Theodoro Transportes, foi substituída justamente porque queria que a tarifa fosse elevada dos atuais R$ 3,30 para R$ 3,60 , o que não foi aceito. Em Araçatuba, a passagem custa R$ 3,65 .

De acordo com o edital, a vencedora da concorrência terá que operar o serviço de transporte coletivo mediante a disponibilização dos ônibus, e também implantar, disponibilizar e operar o SBE (Sistema de Bilhetagem Eletrônica), o CCO (Centro de Controle Operacional) e o SIU (Serviço de Informação ao Usuário).

Fonte: Hojemais