Birigui fecha semestre na liderança regional com a criação de mais de 2,1 mil postos de trabalho

A criação de 2.158 postos de trabalho com carteira assinada no acumulado dos seis primeiros meses do ano garantiu para Birigui a liderança no ranking regional de empregos no primeiro semestre. Foram 9.065 contratações ante 6.907 desligamentos no período.

O melhor saldo do semestre para Birigui foi verificado no setor industrial, que no acumulado contratou mais do que demitiu, gerando saldo positivo de 1.602 postos de trabalho. Na sequência aparecem os setores de serviços (233); comércio (203); construção civil (115) e agropecuária (05).

Os dados são do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), divulgados nesta quinta-feira (28/07) pelo Ministério do Trabalho e Previdência. No semestre, Araçatuba foi o município da região que mais se aproximou de Birigui, com 1.917 carteiras assinadas.

Completando o ranking do emprego regional, considerando os municípios com maior número de habitantes da região administrativa de Araçatuba, aparece Penápolis, cujo saldo ficou em 1.264 postos de trabalho, e Andradina, com 802 empregos.

JUNHO

Considerando apenas os números do mês de junho, Birigui teve saldo de 81 postos de trabalho com carteiras assinadas. O setor industrial foi o que mais gerou postos formais com 609 admissões ante 400 demissões, com saldo de 209 empregos.