Presidente eleito se reunirá com parlamentares de MDB, PRB, PR e PSDB. Nas viagens a Brasília, Bolsonaro costuma anunciar ministros; faltam Meio Ambiente e Direitos Humanos.

O presidente eleito Jair Bolsonaro retorna a Brasília nesta terça-feira (4) para iniciar uma série de encontros com representantes de partidos políticos, futuros ministros e autoridades.

Ele deixou o condomínio onde vive, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, às 5h30, em direção à Base Aérea do Galeão, na Ilha do Governador, onde chegou às 6h10. A previsão é de que ele desembarque em Brasília por volta das 8h30.

A agenda divulgada pela assessoria do governo de transição prevê reuniões de Bolsonaro com MDB, PRB, PR e PSDB – os quatro partidos reúnem atualmente 163 deputados e terão 126 a partir de fevereiro de 2019, quando se inicia a próxima legislatura.

Está é a quinta viagem de Bolsonaro à capital federal desde a vitória no segundo turno da eleição presidencial, em 28 de outubro. O presidente eleito deve voltar para o Rio no fim da tarde de quinta-feira (5), em um voo da FAB.

Bolsonaro está acompanhado de Hélio Bolsonaro e do senador eleito Flávio Bolsonaro.

Antes de embarcar, o presidente eleito publicou em sua conta no Twitter que a viagem a Brasília servirá para que o governo de transição decida “estratégias e nomes que comporão” o futuro governo.