Funcionário do parque foi visto por testemunhas empurrando o brinquedo para voltar a funcionar. Empresa afirmou que oscilação de energia teria sido a causa do travamento.

Várias pessoas ficaram de cabeça para baixo após uma falha em um brinquedo de um parque de diversões instalado em Praia Grande, no litoral de São Paulo, na noite desta segunda-feira (25). Um funcionário do parque foi visto por testemunhas empurrando o brinquedo para que ele voltasse a funcionar enquanto várias pessoas gritavam por socorro. A empresa responsável pela atração afirmou que uma oscilação de energia causou o incidente.

Chamado Kamikaze, ele faz giros de até 360 graus, sem longas paradas durante o percurso. Na noite desta segunda-feira, pessoas que estavam do lado de fora da atração notaram que havia algo de errado. O equipamento parou no ar, deixando todas as pessoas de cabeça para baixo por quase dez minutos.

Uma das testemunhas do incidente relatou que estava próxima à atração e acompanhou a falha e o desespero das pessoas que estavam presas nas duas cabines do Kamikaze. “Ele deu as voltas que dá e ficou parado lá em cima. Eu já tinha acompanhado o brinquedo outras vezes e sabia que ele não deveria ter ficado parado”, contou.

Após cerca de um minuto, outras pessoas ao redor começaram a perceber que havia algo errado. “Esperamos, mas ninguém do parque veio. Ninguém fez nada. Então, meu namorado correu para chamar os bombeiros”, disse.