Internado há cinco dias, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), foi diagnosticado com câncer na cardia, transição entre estômago e esôfago, com metástase no fígado. Em razão do quadro clínico, o tucano irá realizar tratamento quimioterápico. A informação foi confirmada nesta segunda-feira (28) pela equipe médica do hospital Sírio Libanês, em São Paulo.

Leia mais: Bruno Covas: “Não tenho dúvidas que vou vencer esse desafio”

O diagnóstico mostra adenocarcinoma, localizado no cardia, no fígado e nos gânglios ao lado do fígado. Desta forma, Covas possui um tumor, em três partes do corpo.

Questionado se Covas irá licenciar-se do cargo, Uip respondeu com as próprias palavras que o prefeito usou. “Ele tem a responsabilidade de ficar no cargo enquanto possível e terá a responsabilidade de deixar quando necessário”, disse. O médico informou, também, que por enquanto Covas continuará no cargo, desferindo despachos internamente.

Covas continuará internado no Sírio por causa da trombose. Os médicos dizem que, durante esse momento, darão início ao tratamento convencional de quimioterapia.

O câncer o qual Covas foi diagnosticado não possui semelhanças com o do avô, o ex-governador Mário Covas. Uip relata que o exame do avô mostrou, na ocasião, o câncer na bexiga.

O prefeito passou mal no sábado (19) e deu entrada no Hospital Albert Einstein em razão de uma pequena infecção de pele em membro inferior. Após avaliação médica, realização de exames e medicação, a base de antibióticos por uma semana, recebeu alta por volta das 17h.

Leia mais: Bruno Covas tem diagnóstico de tumor no sistema digestivo

O quadro clínico piorou e Covas retornou ao hospital, desta vez ao Sírio Libanês, na quarta-feira (23) para o tratamento de uma erisipela. Dois dias depois, foi diagnosticado trombose venosa das veias fibulares. Exames subsequentes apontaram tromboembolismo pulmonar.

No sábado (26), foi realizado um pet scan em continuidade à investigação diagnóstica. Este exame mostrou o surgimento de uma tumoração no trato digestivo. Por essa razão, o prefeito foi submetido, na noite de domingo (27), a uma laparoscopia diagnóstica.

Covas usou as redes sociais nesta segunda-feira (28) para se manifestar. “Não tenho dúvidas que vou vencer esse desafio”, disse, agradecendo as “centenas de mensagens” que recebeu de “inúmeras pessoas”. “Ajuda muito a atravessar a tempestade”, finalizou.

 

fonte: r7.com