Suposto crime teria ocorrido durante eleição da mesa diretora da Casa

A Câmara de Buritama (SP) abriu CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar suposta compra de votos de parlamentares na eleição da mesa diretora. Segundo ato publicado neste sábado (18), estariam envolvidos no esquema o vereador Carlos Alberto dos Santos (PRB), além do prefeito Rodrigo Zacarias (PRB) e do vice Herbert da Silva (PRB).

De acordo com documento oficial do Legislativo, o vereador Jélvis Scacalossi (PTB) apresentou requerimento subscrito por um munícipe e a denúncia foi lida em plenário na sessão realizada no último dia 08.

O texto afirma que, durante o processo de eleição da mesa diretora, realizado em dezembro do ano passado, os três citados teriam orquestrado um esquema de compra de votos o oferecimento de vantagens indevidas a outros vereadores em troca da eleição para a presidência do vereador Carlos Alberto dos Santos (PRB) no biênio 2019/2020. Se comprovada, a denúncia pode levar a caracterização de improbidade administrativa.

Fazem parte da comissão o vereador José Domingos Martins Filho (presidente), Jélvis Scacalossi (PTB) (relator), Natália Spanazzi (PP) (membro) e Osvaldo Sebastião dos Santos (DEM) (membro). A comissão tem prazo de 90 dias para conclusão dos trabalhos podendo ser prorrogados por prazo proposto em requerimento.

Por meio da assessoria de imprensa, o prefeito afirmou que trata-se de uma acusação infundada já que alguns vereadores estão insatisfeitos com demandas nãoa tendidas

 

Fonte: Hojemais