“Selvageria”, diz Gerald Darmanin, Ministro do Interio da França sobre incidentes em Paris na madrugada de domingo para segunda

Carros incendiados, briga com polícia e 148 detidos: torcida do PSG se revolta após derrota na Champions
AFP

A torcida do PSG não digeriu nada bem a derrota para o Bayern de Munique na decisão da Liga dos Campeões. 148 pessoas foram detidas após vários distúrbios pelas ruas de Paris após a partida. Carros foram incendiados, lojas foram saqueadas e ainda houve confrontos entre Ultras – torcidas organizadas – e policiais.

O local mais afetado foi a tradicional avenida Champs-Elysees, que já tinha sido palco de incidentes parecidos na semana passada durante os festejos do PSG pela vitória sobre o Leipzig na semifinal da Champions.

Neymar recebe nota 3 de jornais franceses, e L’Equipe estampa atacante na capa: “Inconsolável”

Do início sob vaias às lágrimas no fim: qual é o próximo passo de Neymar depois desta temporada?

Nos arredores do estádio Parque dos Príncipes, também aconteceram prisões e brigas.

A selvageria de certos delinquentes da noite passada: 16 membros das forças policiais feridos, 12 lojas atacadas, cerca de 15 carros vandalizados – afirmou o ministro do Interior francês, Gerald Darmanin, em declarações publicadas pela agência de notícias “Reuters”.