Goleiro foi decisivo na disputa de pênaltis após empate por 0 a 0; Benedetto, do time argentino, perdeu duas penalidades

Roteiro à la Corinthians!
O Corinthians está nas quartas de final da Libertadores da América! Depois de mais um empate por 0 a 0 no tempo normal, agora na Bombonera, o Timão foi carregado por Cássio na decisão por pênaltis, vencida por 6 a 5. O goleiro pegou dois pênaltis e ainda viu Benedetto, que perdeu um no primeiro tempo, chutar na arquibancada. O atacante do Boca, aliás, teve mais duas chances incríveis no jogo, mas desperdiçou. E o Corinthians, remendado e com os “miúdos” de Vítor Pereira, fez uma partida heroica, se defendendo na maior parte do tempo e com muita concentração nas penalidades. O Timão consegue uma classificação épica na temida Bombonera, dez anos depois do seu primeiro e único título da Libertadores. Sinais? Quem sabe… Assista aos melhores momentos:

Feito histórico!
O Corinthians repetiu nesta terça-feira, na Argentina, um feito que somente o Santos de Pelé, entre os times brasileiros, fez: eliminar o Boca na Bombonera. Leia mais aqui.

E agora?
Nas quartas de final, o Corinthians vai encarar o vencedor do duelo entre Flamengo e Tolima, que se enfrentam nesta quarta-feira, às 21h30, no Maracanã. No jogo de ida, na Colômbia, o Rubro-Negro venceu por 1 a 0 e abriu vantagem.

Primeiro tempo
O Boca Juniors controlou o jogo e teve as melhores chances do primeiro tempo em Buenos Aires. O Corinthians só não saiu perdendo porque Benedetto, em cobrança de pênalti (cotovelada de Raul Gustavo em Pol Fernández, marcada com o auxílio do VAR), acertou a trave. Além desse lance, o camisa 9 do Boca perdeu outras duas chances importantes, uma delas, aos 18, incrível. Após cruzamento de Zeballos, ele, sozinho de frente para o gol, mandou por cima. O time argentino ainda teve outras oportunidades com Fabra, por cima do gol, e Villa, defendida por Cássio. Do outro lado, o Timão nada fez para assustar os donos da casa. Na reta final do primeiro tempo, o Corinthians ainda perdeu João Victor, machucado. Gil entrou no seu lugar.

Segundo tempo
A etapa final continuou no mesmo ritmo da primeira, com o Boca dominando as principais ações, e o Corinthians se defendendo. O time argentino chegou com perigo aos 13 minutos, de novo com Benedetto. E de novo ele errou. Ao receber em boa condição, o atacante tentou encobrir Cássio e mandou por cima do gol. Dez minutos depois, Advíncula achou bom cruzamento para Benedetto, mas de novo ele falhou. Totalmente desfigurado, o Timão se segurou como pode, à espera de um contra-ataque perfeito. Não rolou. Mas também não rolou o gol do Boca, e a decisão da vaga nas quartas de final foi para os pênaltis.