Chuva causa dezenas de desabamentos e alagamentos e trava São Paulo

O rio Tietê transbordou e a marginal foi fechada sentido Cebolão, na altura da ponte da Casa Verde. O rodízio de veículos foi suspenso.
Por G1

Chuva deixa ponto intransitável na Marginal Tietê perto da Ponte do Piqueri em São Paulo — Foto: Reprodução/TV Globo

Chuva deixa ponto intransitável na Marginal Tietê perto da Ponte do Piqueri em São Paulo — Foto: Reprodução/TV Globo

O temporal que atinge São Paulo desde domingo (9) deixou a cidade em estado de atenção. As marginais Tietê e Pinheiros tiveram trechos intransitáveis por causa dos transbordamentos dos respectivos rios. A circulação dos transportes públicos foi comprometida. O metrô opera normalmente, mas a linha 9 – Esmeralda da CPTM parou — a linha 8 – Diamante da CPTM ficou paralisada até às 9h10 (leia sobre os ônibus mais abaixo). O rodízio de veículos foi suspenso.

A Zona Oeste da cidade foi a mais afetada. A recomendação dos bombeiros é que as pessoas evitem sair de casa. Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), o tempo deve continuar instável e com chuva.

No começo da manhã desta segunda-feira (11), a cidade chegou a registrar 76 pontos de alagamentos, sendo 68 intransitáveis e 8 transitáveis. Às 9h, este número baixou para 56 pontos de alagamentos, sendo 51 intransitáveis e 5 transitáveis.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) informou que, desde domingo (9) até as 8h desta segunda-feira (10), foram registrados 141,2 ml de chuva em Barueri. No Mirante de Santana, na Zona Norte de São Paulo, foram registrados 113,2 ml de chuva. A média nos últimos 30 anos para o mês de fevereiro nesta estação de medição é de 249,7.
O corpo de um homem de 33 anos foi encontrado no piscinão de São Bernardo, segundo o Corpo de Bombeiros, na manhã desta segunda (10). Ele estava desaparecido desde sábado (8). Inicialmente, a reportagem afirmou erroneamente que homem desapareceu no domingo (9), quando a chuva começou.

Resumo:
rodízio de veículos: suspenso por todo o dia;
marginais: Tietê e Pinheiros estão fechadas em pontos com alagamento; na Tietê, o ponto crítico é na altura da ponte da Casa Verde, sentido Cebolão;
chegada a São Paulo: rodovias Carvalho Pinto e Dutra têm congestionamento; a situação é a mesma na Castello Branco e Imigrantes;
congestionamento: por volta de 8h, havia 89 km de lentidão em toda cidade
trens: as linhas 8 e 9 da CPTM têm trechos com operação paralisada;
metrô: opera normalmente;
aeroporto: Guarulhos e Congonhas estão aberto para pousos e decolagens
ocorrências: 234 acionamentos dos bombeiros por inundações, 27 quedas de árvores e 20 desabamentos; desde a noite de domingo (9) foram 4 mil chamados