Com saída de Carneiro, necessidade de centroavante vira urgência no São Paulo

O São Paulo já definiu que Gonzalo Carneiro não permanecerá no clube. O centroavante, que ganhou espaço sob o comando do técnico interino Marcos Vizolli, seguirá novos rumos com o término do seu contrato, válido até o fim de março.

Contratado em 2018, por indicação de Diego Lugano, Gonzalo Carneiro ficou mais de um ano sem jogar cumprindo suspensão por doping. Em 2019, o jogador foi flagrado em exame por causa da presença de um metabólito da cocaína presente em sua urina.

Além de Carneiro, Tréllez, outro centroavante, também não deve permanecer no São Paulo, já que foi outro atleta a não ser inscrito no Campeonato Paulista. O colombiano tem contrato com o Tricolor até o fim de 2021.