Caso o exame aponte a presença de álcool no sangue, também poderá responder por embriaguez ao volante

Um comerciante 49 anos, morador em um condomínio de apartamentos de alto padrão em Araçatuba (SP), foi preso na madrugada de domingo (22) em Birigui, após ser flagrado com uma pistola na caminhonete dele.

Segundo a polícia, o acusado recusou o teste do bafômetro e pagou R$ 2,5 mil para responder em liberdade por porte de arma de fogo.

O flagrante foi feito pouco antes das 6h, na avenida Padre Geraldo Goseling. A Polícia Militar recebeu denúncia de que havia um homem com uma caminhonete Dodge Ram na praça Raul Cardoso, que fica na avenida São Francisco, armado e ameaçando pessoas na via pública.

Os policiais relataram que quando chegavam ao local, viram o condutor de uma caminhonete com as mesmas características sair em alta velocidade. Ele passou a ser acompanhado e foi detido na avenida.

Segundo a polícia, a arma, uma pistola calibre ponto 40, estava no console entre os bancos da caminhonete, junto com quatro munições intactas e uma deflagrada. O acusado apresentou a cópia de uma guia de trânsito e do registro da arma e foi levado ao plantão policial.

Ele não quis fazer o teste do bafômetro, mas autorizou que fosse retirado sangue para exame de dosagem alcoólica.

O delegado plantonista determinou a prisão em flagrante por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido e arbitrou a fiança de R$ 2,5 mil, que foi paga.

Caso o exame aponte a presença de álcool no sangue, o comerciante também poderá responder por embriaguez ao volante.