Acordo foi costurado entre os clubes; faltam apenas detalhes para o anúncio do Peixe

O Corinthians deve rescindir o contrato com o volante Guilherme Camacho, que tem duração até dezembro de 2022, para liberá-lo para jogar no Santos.

Após conversas iniciais com o Santos sobre a possibilidade de empréstimo com pagamento de parte dos salários e até do envolvimento de jogadores para uma troca, o Corinthians optou por quebrar o vínculo de 18 meses que tem com o volante, deixando-o livre para se vincular com o Santos.

A diretoria do Corinthians diz que o jogador está liberado para acertar os valores de seu novo contrato com o Peixe. Por conta disso, o técnico Sylvinho nem levou o atleta para o Dérbi. Livre, Camacho assinará contrato com o Santos e tem chegada prevista na Vila Belmiro para a segunda-feira.

A saída do jogador vai se somar a mais três que acontecerão até julho, o que trará um alívio financeiro para a ainda alta folha salarial do Corinthians.

Ramiro, cedido ao Al-Wasl, dos Emirados Árabes, deixará o elenco no fim do mês. Jemerson e Otero, com contratos só até dia 30, também serão liberados. Segundo o diretor de futebol Roberto de Andrade, esse tipo de economia pode facilitar a chegada de reforços no segundo semestre.

Sem Camacho, mas ainda contando com Ramiro por mais cinco partidas, o técnico Sylvinho tem também as seguintes opções para o meio-campo: Cantillo, Roni e Gabriel, que vêm sendo titulares, além de Xavier, Mandaca e os mais ofensivos, como Luan, Mateus Vital, Araos, Vitinho e Adson.