Acidente aconteceu no sábado no Lago de Furnas e ainda não está definido se enterro será feito na cidade

O corpo de Lauro Xavier Berbel Júnior, 62 anos, que morreu em um naufrágio de uma chalana no Lago de Furnas, em Capitólio (MG), deve chegar em Penápolis (SP) entre o final da noite deste domingo (19) e o início da madrugada de segunda-feira (20). Equipe da Funerária Bom Pastor já foi buscá-lo, mas ainda não foi definido se ele será sepultado em Penápolis ou se será levado para São Paulo, onde a vítima residia atualmente.

Segundo informações divulgadas pela imprensa nacional, o acidente aconteceu no sábado (18), quando a embarcação prestava auxílio a uma lancha que estava à deriva com problemas mecânicos. A chalana não teria suportado o peso e virado parcialmente. Além de Berbel Júnior, morreu Izamara Pereira Messias, 22 anos, do Estado de Minas Gerais.

De acordo com a Ameg (Associação Pública dos Municípios da Microrregião do Médio Rio Grande), uma lancha com 14 passageiros a bordo apresentou problemas mecânicos e pediu apoio a outra embarcação para resgatar os passageiros.

O resgate foi feito por chalana com dez passageiros, mas, no momento do transbordo, a embarcação não suportou o peso e virou.

A Marinha e o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foram acionados. Marinheiros tentaram reanimar as vítimas, sem sucesso. A Marinha informou que vai instaurar inquérito administrativo para apurar causas, circunstâncias e responsabilidades da ocorrência.

Acidentes

Este foi o segundo acidente com vítimas na região em aproximadamente seis meses. No início de janeiro, uma rocha das encostas do cânion de Capitólio desabou sobre barcos de turistas. O episódio causou a morte do piloto e de nove turistas que estavam em uma lancha fortemente atingida. Vinte e sete pessoas ficaram feridas.

Segundo inquérito da Polícia Civil de Minas Gerais, a queda do bloco de rocha no lago de Furnas ocorreu como desdobramento de eventos naturais, sem influência da ação humana. (Com informações da Agência Brasil)