Covid mata três irmãs em uma semana

A covid está dizimando famílias em todo o país. Pais perdem filhos, filhos perdem pais. Lares desfeitos e filhos órfãos. Araçatuba não está sendo diferente. Nessa semana, três irmãs – Neusa, Inês e Sandra Ferreira Costa – morreram em decorrência da doença. Há poucos dias elas já tinham perdido a mãe, aos 92 anos, mas por outras causas de saúde. Sandra, que morreu nesse sábado aos 52 anos, foi funcionária pública municipal por 30 anos e atuou em diferentes setores. Foi no Centro de Referência da Mulher onde ficou mais conhecida, chegando a ser chamada de “Sandra do CRM”. Era casada com Paulo Sérgio Tavares e deixou um filho de 13 anos.

As três irmãs morreram no decorrer da semana. O primeiro óbito foi no domingo e o último nesse sábado. Neusa Ferreira Costa tinha 72 anos, Inês Ferreira Costa tinha 71 anos e Sandra Ferreira Costa tinha 52 anos. Ela foi internada no dia 5 de março e devido às complicações, foi para a UTI Covid e posteriormente foi intubada. Porém, Sandra não resistiu e morreu às 8h25 desse sábado.

“Sandra, guerreira como mulher, como mãe, esposa e excelente funcionária pública. Deixará lindas lembranças a nós, seus colegas de prefeitura. Que seja muito abençoada nesse novo caminho que vai trilhar”, postou Selma Ricco. “O Covid levou as 3 irmãs. A Sandra Ferreira Costa eu conhecia…mulher de um grande amigo. Meus sentimentos Paulo Sergio Tavares e Miguel Tavares …que Deus lhes dê muita força e sabedoria para suportar esse momento”, foi a postagem de César Mardegan, também servidor municipal. “Que seja linda sua viagem Sandra Ferreira Costa e que Deus possa acalentar o coração de sua família e amigos.”, Aniuska Carteado.

“Há dias lutava como a guerreira que sempre foi, mas partiu na manhã desse sábado. Infelizmente numa triste sequência ocorrido em menos de um mês. Sua mãe partiu aos 92 anos (não por covid) e dias depois Sandra, seu marido Paulo Sergio Tavares, seu filho Miguel e duas irmãs foram diagnosticados com a doença. Paulo e Miguel superaram rapidamente, mas Sandra e suas irmãs tiveram complicações e faleceram com poucos dias de diferença”, postou a jornalista Roselana de Aguiar.

Muitos outros amigos e colegas de trabalho fizeram postagens em homenagem póstuma a Sandra e de condolências ao marido, Paulo Sérgio Tavares e ao filho Miguel.