Clube tem exemplos de sucesso na Europa e tenta explorar alternativas da MLS

Na busca de reforços para a equipe, o Palmeiras expandiu seu campo de análise e, desde o ano passado, tem explorado um mercado pouco utilizado pelos clubes brasileiros: o futebol dos Estados Unidos.

O nome mais recente na mira do Verdão é o do meio-campista colombiano Eduard Atuesta, do Los Angeles FC. Já houve contatos entre as duas diretorias para tentar uma negociação.

Palmeiras reforça cuidados do elenco contra a Covid-19

Outro jogador monitorado pelo Palmeiras é o atacante argentino Valentín Castellanos, do NY City. O clube tem analisado e vê o atleta com grande potencial, apesar de os termos de um negócio não serem simples.

Esses são apenas dois dos vários jogadores de equipes da MLS que o Palmeiras tem observado e mapeado nos últimos tempos.

Na visão do clube, a liga conta com vários jovens talentosos e pode ser uma fonte de grande jogadores, inclusive com potencial para revenda.

Um caso que o Palmeiras tem como exemplo é o do canadense Alphonso Davies, do Bayern de Munique. Ele jogava no Vancouver Whitecaps até 2019, quando foi contratado pelos alemães. Hoje, é considerado um dos melhores laterais-esquerdos do mundo.

Além disso, atualmente há vários jovens americanos se destacando nas principais ligas europeias e jogadores de outras nacionalidades que saíram de equipes da MLS, como é o caso de Davis.