Empresário de Igor Gomes volta a criticar Diniz e crê em vingança do treinador


Wagner Ribeiro, empresário de Igor Gomes, voltou a criticar o técnico Fernando Diniz, do São Paulo. Em entrevista ao Mesa Redonda, da TV Gazeta, o agente, que se diz torcedor do clube, taxou o trabalho do treinador como péssimo, e insinuou que ausência do meia na vitória sobre o Sport, neste domingo, teria sido uma vingança.

“Acima de tudo sou são-paulino e fiquei decepcionado com a eliminação para o Mirassol. O Igor gomes está conosco há 11 anos. É um garoto que tem habilidade, joga no meio-campo e foi colocado na ponta, de costas para o jogo. Falei como torcedor. Ele é um treinador mediano que está em um grande clube e está fazendo um péssimo trabalho”, declarou.

No último sábado, o empresário já havia criticado Fernando Diniz através de suas redes sociais. Na coletiva depois da vitória contra o Sport, o técnico são-paulino foi taxativo ao falar sobre a situação.

“A minha relação com o Igor Gomes eu sei muito bem costurar, acho que não tem nada a ver com o seu empresário, eu tenho absoluta certeza que eu faço mais pelo Igor e já fiz que seu empresário, certeza absoluta”

O empresário, então, questionou a afirmação de Diniz e falou que a presença de Igor Gomes no banco de reservas teria sido uma retaliação à sua fala.

“O que ele fez? O garoto está conosco há muitos anos. Levamos ele para Cotia e Diniz ainda nem imaginava trabalhar no São Paulo”

“Eu acho que já causou (prejuízo). Eu postei ontem de manhã e ontem a tarde ele já tirou e colocou o Igor na reserva. Ele já teve a vingança dele, uma coisa ridícula”, criticou.

Apesar da polêmica, Wagner Ribeiro nega que a confusão entre ele e o treinador pode forçar uma transferência de Igor Gomes para outra equipe.

“Não necessariamente. O Igor tem contrato e é feliz no São Paulo. Há um ano atras ele começou a ser titular e não tem porque sair do São Paulo. Mas é claro que ele tem que estar jogando para alcançar o sonho dele que é a Seleção Brasileira e daqui uns anos ele pode ir para a Europa disputar uma Champions”, afirmou.

Igor Gomes disputou 12 das 16 partidas do São Paulo em 2020. Depois da queda de rendimento desde que as competições voltaram, o meia apareceu no banco de reservas contra o Sport, e só entrou em campo aos 32 minutos da segunda etapa.