Com títulos em todas as categorias de base, atacante vai assinar contrato profissional em julho e passar semestre no sub-20; veja planos até ele ter chances de jogar com Abel Ferreira

Aos 15 anos, Endrick deu mais um passo rumo ao elenco profissional do Palmeiras. Artilheiro e campeão da Copa do Brasil sub-17 no fim de semana, o atacante encerrou o penúltimo ciclo na base e agora irá se dedicar ao último estágio antes de ser promovido ao time principal.

Endrick integra o time sub-20 desde a temporada passada. Mesmo em uma fase acima na base palmeirense, o atacante teve um pedido pessoal atendido para jogar a Copa do Brasil sub-17, conseguindo o título e a artilharia do torneio. Era a conquista que faltava para ele ter ao menos uma taça em cada uma das cinco categorias abaixo do time principal.

Quer transformar seu conhecimento sobre o futebol em prêmios em dinheiro a cada rodada do Brasileirão? Acesse o Cartola Express!

O próximo passo é a assinatura do primeiro contrato profissional com o Verdão e o encerramento da temporada no time sub-20, abrindo a possibilidade de ser chamado por Abel Ferreira para integrar o elenco principal a partir de 2023.

– Futebol é o que eu amo, é o que eu penso todo dia. Me sinto feliz jogando e é assim que eu quero seguir, alegre e trazendo felicidade para as pessoas que eu amo – disse o atacante, através da assessoria de imprensa, ao ge.

Rei da base
Com o título da Copa do Brasil sub-17 conquistado, Endrick atingiu um feito que apenas outros dois jogadores possuem na história do Palmeiras: ter títulos por todas as categorias da base.

No Palmeiras desde 2017, Endrick soma sete títulos divididos pelas categorias sub-11, sub-13, sub-15, sub-17 e sub-20. O zagueiro Gabriel Vareta e o meia Luis Guilherme, companheiros do atacante, são os outros jogadores com o mesmo feito.