Medidas atendem recomendações extraordinárias do Centro de Contingência e entrarão em vigor na sexta

O governo do Estado deve anunciar novas restrições no Plano São Paulo durante a entrevista coletiva da próxima quarta-feira (24). As novidades atendem recomendações do Centro de Contingência e devem entrar em vigor já na sexta-feira (26). O aumento das restrições foi anunciado durante a entrevista coletiva desta segunda-feira (22), no Palácio dos Bandeirantes.

Segundo o coordenador-executivo do Centro, João Gabbardo, as recomendações extraordinárias foram feitas após o Estado atingir a marca de 6.410 pessoas internadas em UTIs (Unidades de Terapia Intensiva), que é um novo recorde desde o início da pandemia.

Até então, o recorde havia sido registrado em julho do ano passado, com 6.257 pacientes internados. “O governo está fazendo a análise, preparando atos do ponto de vista jurídico e essas medidas serão anunciadas na quarta-feira para entrar em vigor na sexta-feira”, explicou.

A única coisa que foi adiantada durante a coletiva é que as medidas estão relacionadas com a mobilidade das pessoas. “São recomendações que vão tratar da redução de mobilidade, que é o que a gente pode fazer para reduzir a transmissibilidade”, reforçou.

Ainda de acordo como o que foi informado, o que está sendo identificado não é um aumento nas internações diárias, mas sim, que as pessoas que vão para o hospital acabam tendo o quadro agravado e estão ficando mais tempo na UTI, o que eleva a taxa de ocupação.

A região noroeste está na Fase Amarela do Plano São Paulo que teve sua nova reclassificação feita na sexta-feira, para entrar em vigor hoje, quando os restaurantes estão autorizados a vender bebidas alcoólicas até as 22h.

Os números atualizados no domingo (21) no site do governo do Estado apontam que os 41 municípios do DRS-2 (Departamento Regional de Saúde) de Araçatuba somam 40.062 casos positivos de covid-19 e 949 mortes desde o início da pandemia.

A região soma 9,9 óbitos por 100 mil habitantes e a taxa de ocupação de leitos de UTI está em 54,8%, bem abaixo da média do Estado, que é de 67,9%.

A Santa Casa de Araçatuba estava com 49% dos leitos destinados a pacientes com sintomas da doença ocupados no domingo. Dos 25 leitos de UTI, 19 estavam ocupados, sendo que 18 pacientes já tiveram o diagnóstico confirmado.

No Hospital Unimed havia 28 pacientes internados, 13 deles na UTI, incluindo uma criança com suspeita de coronavírus.

Fonte: Hojemais