Três vítimas foram socorridas em estado grave e levados para o hospital. Outras duas, em estado leve, foram atendidas no local.

Uma explosão em uma obra no vertedouro da Lagoa da Pampulha, em Belo Horizonte, deixou três feridos no final da manhã desta sexta-feira (25). O trânsito entre as avenidas Pedro I e Antônio Carlos, próximo à Estação Pampulha do Move, está lento.

Há informações que as três vítimas trabalhavam pela Prefeitura de Belo Horizonte na recuperação do sistema do vertedouro. Duas viaturas dos bombeiros e equipes do Samu prestaram socorro aos feridos. Um deles teve 50% do corpo queimado. Duas vítimas foram encaminhadas com queimaduras para o Hospital João XXIII. A outra tem quadro mais grave e estava sendo atendida no próprio local.

“Um colega meu disse pra eu subir, eu subi e escutei um ‘barulhão’, aí já começou a correria”, disse um homem que trabalha na obra, mas não quis se identificar.

De acordo com o Tenente Leandro Gomes, do Corpo de Bombeiros, o local da explosão é uma “tulipa”, com sistema de captação de água. “Quando a água atinge níveis superiores, começa a escoar por ali”, explicou. No interior desta tulipa, segundo o militar, estava sendo montado um andaime e, cada um dos funcionários, estaria numa altura diferente.

O Corpo de Bombeiros ainda não sabia a identidade ou idade das vítimas. A causa da explosão será identificada pela perícia da Polícia Civil, que estava no local. Segundo o militar, quando as viaturas chegaram ao vertedouro, a queima já não estava mais ocorrendo.

“Os bombeiros estão fazendo verificação da tulipa e sistema de captação de água para ver se tem trincas ou rachaduras, para ver se tem risco estrutural. Não tem risco de nova explosão”, informou o tenente.

Ferido em explosão em obra na Lagoa da Pampulha é socorrido pelo Samu — Foto: Gabi Coelho/G1

Ferido em explosão em obra na Lagoa da Pampulha é socorrido pelo Samu — Foto: Gabi Coelho/G1

Ainda segundo o Corpo de Bombeiros, a estrutura da torre do vertedouro possui 20 metros de profundidade.

Em nota, a Prefeitura disse que lamenta o acidente e que está prestando toda assistência às vítimas e suas famílias.

Segundo a prefeitura, foram cinco trabalhadores feridos, sendo dois em estado leves. Todos trabalhavam em uma empresa contratada para fazer a obra e, de acordo com a nota, utilizavam todos os equipamentos de proteção individual. Os três casos mais graves foram levados para o hospital. Os outros dois que tiveram ferimentos leves foram atendidos no local.