Marcos Braz, vice de Futebol na gestão de Rodolfo Landim garantiu que o volante William Arão não sairá do Flamengo e comentou o retorno à diretoria do Rubro-Negro

 

Após a cerimônia de posse da nova diretoria do Flamengo, realizada na noite desta quarta-feira, na Gávea, o vice-presidente de Futebol Marcos Braz admitiu que a cúpula analisa a situação do atacante Gabigol, que pertence à Internazionale de Milão, da Itália, e foi artilheiro do Campeonato Brasileiro deste ano, com 18 gols, quando defendeu o Santos.

– Sobre o Gabigol, existe uma situação que a Inter pagou muito caro por ele, é um jogador que eles ainda contam… É uma situação dificílima, mas a gente está analisando, Veremos como vai ser o final dessa situação com a Inter para entrarmos nesse processo – disse o dirigente, que completou:

– Em nenhum momento fizemos uma proposta ao clube italiano. O trabalho tem sido super intenso. Enfim, vamos, amanhã para o Ninho do Urubu começar os trabalhos. O jogo começou.

Sobre o meia Diego e o goleiro Diego Alves, Marcos Braz fez elogios e demonstrou que o Flamengo pretende contar com os dois para a próxima temporada, lembrando que espera eles voltarem de férias para conversar. Enquanto o camisa 10 tem vínculo até o meio do ano e já poderia assinar um pré-contrato com outro clube, o goleiro terminou a temporada afastado do elenco (assinou até 2020).

– Os dois jogadores têm contratos em vigor, um de um ano, outro de seis meses. Vamos, com calma, ver o que faremos. São dois jogadores acima da média, contamos sempre com jogadores desse nível.