Grande parte do país deve enfrentar uma semana de frio atípico para o mês a partir de segunda-feira (16). Há previsão de neve para municípios da Serra Gaúcha e algumas cidades da região central de Santa Catarina.

Grande parte do país deve enfrentar uma semana de frio atípico para o mês de maio a partir de segunda-feira (16). Apesar do possível frio intenso, apenas uma capital brasileira deve bater o recorde de frio para o mês, de acordo com os dados já disponíveis para o período, que podem ainda sofrer atualizações. Goiânia teve registrar mínima de 4ºC na quinta-feira (19), segundo a Climatempo.

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o recorde de temperatura mínima na capital goiana é de 5,7ºC, registrado em 18 de maio de 1977.
Consulte a previsão para sua cidade
Outono aumenta riscos de problemas respiratórios

Outras capitais devem chegar perto do recorde de menor temperatura:

Belo Horizonte – a capital mineira pode registrar 8ºC na quinta-feira. O recorde é 7,5ºC, registrado no dia 20 de maio de 1977.
Cuiabá – a previsão é de 8ºC também na quinta-feira. O recorde também foi registrado em 1977 – 7ºC no dia 18 de maio daquele ano.
Florianópolis – os termômetros devem apontar para 6ºC na terça-feira (17). O recorde de temperatura mínima é mais recente: 4,6ºC no dia 30 de maio de 2007.

Frio abaixo de 10ºC em São Paulo
Um dos marcos deste frio atípico é a previsão de temperatura abaixo de 10°C em São Paulo. A previsão mais recente considera a possibilidade de mínimas em torno de 7 a 9°C.

De acordo com dados do Inmet, a estação do Mirante de Santana, a oficial da capital São Paulo, registrou 9,5°C em 2016.

O recorde na capital paulista é ainda menor: 3,7ºC, registrado no dia 29 de maio de 1974.

Neve, chuva congelante e geada
O excesso de frio e umidade provocam uma condição favorável para a ocorrência de alguns fenômenos de inverno, como neve, chuva congelante e chuva congelada.