Caso aconteceu na madrugada de domingo na praça central de Barbosa, dentro de uma picape

Um homem de 32 anos, morador em Avanhandava (SP), confessou ter mantido relação sexual com uma menina de 10 anos, na madrugada de domingo (8), em Barbosa. Ele teve a prisão preventiva decretada pela Justiça de Penápolis e está à disposição da Justiça.

A prisão foi feita pelo responsável pela Delegacia de Barbosa, delegado Eugênio Pedro Bibiano Timóteo dos Santos, ainda no domingo. Ele contou ao Hojemais Araçatuba que após o caso chegar ao conhecimento da polícia foram realizadas diligências com base nas informações passadas pela vítima e o investigado encontrado em Avanhandava.

Ele foi apresentado na delegacia e confirmou que encontrou com a vítima na praça, que ela estava acompanhada de uma amiga e após se conhecerem, manteve relação sexual consensual, sem imaginar que a vítima ainda fosse criança.

Diante da confissão do investigado, o delegado decretou a prisão em flagrante do investigado. Durante a audiência de custódia, na segunda-feira, ele e teve a prisão preventiva decretada pela Justiça e foi encaminhado à cadeia de Penápolis.

O caso deverá ser encaminhado à DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) de Penápolis, que irá instaurar um inquérito.

De acordo com o do artigo 217-A do Código Penal, manter relações íntimas com menores de 14 anos é considerado estupro de vulnerável, com pena de 8 a 15 anos de prisão.

É crime não só a conjunção carnal (relação sexual), como outros atos libidinosos. No caso de importunação sexual, crime previsto pelo artigo 215-A do Código Penal, a pena varia de 1 a 5 anos, se o ato não constitui crime mais grave.
Fonte: Hojemais