Tinha sinais de embriaguez; questionado sobre o que havia ocorrido, passou a dizer palavras de baixo calão

Um homem de 56 anos foi preso na noite de segunda-feira (3), em Andradina (SP), após bater o carro que conduzia em outro parado. Ele apresentava sinais de embriaguez, tentou fugir e desacatou policiais militares.

Segundo a Polícia Militar, houve chamado para atendimento a ocorrência de acidente de trânsito na rua Acácio e Silva, na região central da cidade.

No local, os policiais foram informados que o encarregado de setor conduzia um Ford Fusion, perdeu o controle do veículo e bateu em um VW Fox que estava estacionado. Com o impacto, o carro da vítima foi lançado à frente e bateu na grade de uma residência.

Os policiais foram informados ainda que o acusado estava acompanhado de outros dois homens e eles tentaram fugir após a colisão.

Segundo a polícia, quando o acusado foi questionado sobre o que havia ocorrido, ele passou a dizer palavras de baixo calão e foi preso por desacato.

Nesse momento, um dos homens que o acompanhava alegou ele conduzia Ford Fusion quando ocorreu a colisão.

Esse homem também apresentava sinais de embriaguez, de acordo com a polícia, e recusou entregar os documentos, por isso foi preso.

Os policiais conseguiram falar com a dona do Fox, que confirmou que teve o carro dela atingido pelo Fusion, que seguia sentido ao bairro.

Ainda de acordo com ela, o veículo era conduzido pelo encarregado de setor, que após a batida tentou retirar o veículo do local. Ela comentou que também foi ofendida por ele ao tentar impedi-lo.

O acusado recusou o teste do bafômetro e foi levado ao plantão policial. O delegado responsável pela ocorrência manteve a prisão por embriaguez ao volante, desacato, resistência e injúria.

Não foi concedido direito a fiança e ele seria apresentado em audiência de custódia na manhã desta terça-feira (4).

O local da colisão foi periciado e os veículos liberados, assim como o outro investigado, que deverá responder por desacato.

Fonte: Hojemais