Prisão pode ajudar a polícia esclarecer roubo praticado contra integrantes de grupo de oração

Um homem de 36 anos, morador em Avanhandava (SP), foi preso com mais de 250 gramas de maconha e porções de cocaína na manhã desta quarta-feira (2). Ele confessou que estava comercializando entorpecentes e teve o celular apreendido.

Informações contidas no aparelho podem ajudar a polícia a esclarecer um assalto ocorrido na noite de 13 de setembro.

O crime foi praticado contra pessoas que participavam de um grupo de oração em uma residência em Lins, cidade que fica a menos de 40 quilômetros de Avanhandava.

Na ocasião, havia pelo menos 11 pessoas na casa, as quais foram surpreendidas por três homens com camisetas escondendo o rosto.

Armados com faca, eles renderam o morador e passaram a pegar os pertences das vítimas. Foram roubados documentos pessoais, sete aparelhos de celular e R$ 800,00 em dinheiro.

Tráfico

Na manhã desta quarta-feira, policiais militares que faziam patrulhamento por Avanhandava, receberam denúncia de que um morador na rua Valentim Gomes estaria comercializando entorpecentes.

O homem foi encontrado no portão da casa dele e tinha R$ 40,00 em dinheiro. Informado sobre a denúncia, ele confessou que estava comercializando entorpecentes e entregou 23 porções de cocaína que estavam no bolso de uma calça no quarto dele.

O acusado também levou os policiais até um terreno no mesmo bairro, onde havia um pedaço de maconha pesando 254 gramas.

Preso em flagrante, o acusado foi levado para a delegacia de Avanhandava e após ser ouvido ficou à disposição da Justiça. O celular que estava com ele foi apreendido para perícia.