Também estava com compressor de ar furtado de residência vizinha; responde a outros 3 processos por furto

Um homem de 40 anos foi preso na manhã deste domingo (19), em Birigui (SP), ao ser flagrado dentro da sede do Grupa (Grupo de Amigos Unidos Pelos Animais), tentando furtar uma sacola com roupas. Ele também estava com um compressor de ar furtado de uma residência vizinha.

Os crimes foram descobertos pouco antes das 9h, quando equipe da Polícia Militar foi chamada à sede do Grupa, que fica na rua Bento da Cruz. No local eles foram recebidos por uma representante da entidade, informando que o investigado estava dentro do prédio praticando um furto.

O acusado foi encontrado em um cômodo aos fundos. Ele havia separado uma sacola com roupas e estava com um aparelho compressor de ar enrolado em uma blusa, tentando pular o muro para fugir.

Segundo a polícia, o acusado não esboçou reação e ao ver a equipe, disse: “perdi!” . O investigado teria confessado o furto do equipamento portátil da casa ao lado e confirmado que pretendia fugir levando os objetos.

Reconheceu

Os policiais fizeram contato com o morador na casa vizinha, que reconheceu o aparelho compressor de ar. Ele disse que a mãe dele havia saído para ir à feira e ele dormia quando foi procurado pela polícia, pois não ouviu barulho durante o furto.

A representante do Grupa informou que as roupas que seriam furtadas são vendidas para investir o dinheiro obtido no pagamento de gastos veterinários do grupo para o resgate e proteção de animais. Ainda de acordo com ela, recentemente ocorreram outros furtos no local.

Negou

Levado à delegacia, investigado negou a prática do crime, alegando ser inocente. Entretanto, o delegado que presidiu a ocorrência decidiu pela prisão em flagrante e representou pela conversão da prisão em preventiva.

Ao fazer o pedido ele justificou que o investigado foi preso em flagrante em janeiro por furto qualificado e obteve a liberdade provisória. Entretanto, em fevereiro foram instaurados outros dois processos para apurar a prática de novos crimes de furto, investigados pela delegacia de Brejo Alegre.
Fonte: Hojemais