Suspeito de embriaguez ateou fogo em Del Rey, ao saber que ele seria recolhido por atraso no licenciamento


Um homem de 39 anos, morador em Birigui (SP), incendiou o próprio carro após ser abordado por policiais militares na madrugada desta terça-feira (4), por suspeita de embriaguez ao volante.

Segundo a polícia, ele ateou fogo no veículo após ser informado que o mesmo seria apreendido.

De acordo com o boletim de ocorrência, houve denúncia de que um motorista embriagado estaria conduzindo um Ford Del Rey pela rua Leonora Fiorotto.

No local, os policiais encontraram um carro com as mesmas características, atravessado na via e com o motor ligado.

O acusado estava dentro do Del Rey, que foi vistoriado e nada de irregular foi encontrado. Ele também foi revistado e não trazia nada de proibido.

Os policiais consultaram o sistema e constataram que a carteira de habilitação do investigado está vencida. Também foi verificado que o licenciamento do carro está em atraso.

Segundo a polícia, quando foi comunicado que o Del Rey ano 1982 seria recolhido, o acusado pediu para retirar alguns objetos de dentro dele.

Ele foi autorizado, mas ao invés de retirar objetos, acendeu um isqueiro e colocou fogo no banco do carro. Os policiais tentaram tirá-lo do veículo, para impedir o incêndio, mas teriam sido desacatados.

As chamas se alastraram rapidamente, destruindo inteiramente o automóvel. Após o incêndio ser contido, o Del Rey foi recolhido e levado para o pátio de um guincho.

O acusado foi apresentado no plantão policial e por ter concordado em retirar sangue para exame de dosagem alcoólica, foi liberado para responder em liberdade por embriaguez ao volante e resistência.
Fonte: Hojemais